VOCHOPE SANTOS

19 de setembro de 2019

No último 31 de agosto, o Movimento Vocare fez sua participação no navio Logos Hope, da OM, com o Voc Hope. Levar um pouco do Vocare para a maior livraria flutuante do mundo, foi uma experiência sensacional. No próximo dia 28 de setembro, estaremos no Rio de Janeiro!  

Ir de São Paulo a Santos é uma viagem de pelo menos 1h, mas como ser voluntária no Vocare sempre é recheado de emoção, eu, Carla, voluntaria do conteúdo e minha amiga Julia Caldas demoramos somente duas horas no ônibus até chegar no litoral. Justamente no dia 31, sábado de manhã, havia acontecido um acidente na rodovia Imigrantes.  

Chegando à rodoviária, aquele calor do deserto nos abraçou, fomos comer, pois não somos de ferro, muito menos de aço. Comi um pão de queijo e Julia, uma fatia de pizza. Depois pedimos Uber, o motorista que nos atendeu era jovem e simpático. Falamos que estávamos indo para o Logos Hope, de que éramos voluntárias do Movimento Vocare, e nos próximos dias seria comum ele levar passageiros rumo ao Porto de Santos.  

Ao chegarmos próximo do porto, o Waze, não encontrava o local, o motorista por não conhecer a região estava perdido. Minha amiga e eu, apreensivas para chegar logo pois estávamos atrasadas, o evento a poucos minutos de começar, e nada de chegarmos ao local. Tivemos que parar no posto de gasolina pedir informação. Até que um frentista nos explicou, o motorista refez a rota e chegamos no Portão 2.  

Já apressadas, Aline, uma amiga minha esperava para levar-nos ao local. Só me lembro de ter ficado impressionada com o tamanho da embarcação. Antes de chegar finalmente ao VocHope, passamos pela equipe de voluntários da OM gritando em inglês, “Equipe Vocare por aqui”. Em seguida, recebidos pela Anna, pulamos as cordas e fomos repreendidas pelo responsável da entrada.  

Depois dessa pequena aventura para chegar em Santos, estávamos finalmente no salão dentro do Logos. E começamos a trabalhar, claro que antes ouvimos as instruções de nossa coordenadora, Adriana Degaspari e, logo mais fomos para nossos postos.  

Em que lugar do Brasil você teria reunidos no mesmo lugar: Sinval Junior, Gabriel Prieto, Aline Davi, além de Paulinho Degaspari, comandando o podcast irmaos.com e o tema de Missões Urbanas?  

Do ponto de vista dos participantes como foi a experiência? Para Liliam Vieira, professora de artes, de Suzano e membro da Primeira Igreja Batista de Suzano: “Foi importante entender que tem um trabalho tão bonito e forte, relacionado ao Reino De Deus que alcança tantas pessoas. Não tinha ideia de que o ministério da OM era algo tão profundo e antigo.”  

A professora de Inglês, de Cubatão, Thiana, ficou muito feliz quando o pastor da igreja aonde frequenta, Primeira Igreja Batista de Cubatão, deu os convites para ela ir ao navio, não imaginava que a AMTB e o Movimento Vocare estariam no Logos Hope. Sobre a vocação, Thiana nos contou que havia voltado a pouco tempo dos Estados Unidos, de um período de estudos. As falas dos preletores para ela, confirmaram muito do que ouviu na viagem e o quanto quer a cada dia usar a do

cência para sinalizar o Reino de Deus.  Já o Vitor Atanasio, de 24 anos, membro da Igreja Batista Peniel, do Guarujá, conta que soube do evento por uma amiga, foi conhecer, como estava com dúvidas de como usar sua formação em TI para o Reino. Ele perguntou no Insight sobre isso e responderam a ele de que a formação não é algo que definirá o seu trabalho no Reino. Isso pode mudar conforme a necessidade e o quanto isso o ajudará nos próximos passos.  

Para o próximo dia 28 de setembro no Rio de Janeiro, o Voc Hope estará a todo vapor, falando de vocação e despertando a juventude cristã para o trabalho no Reino de Deus. Não percam essa oportunidade de ouvir mais sobre o reino de Deus e conhecer essa embarcação tão fantástica, pois quem sabe quando ela voltará? 

Carla Ribeiro é jornalista e voluntária da equipe de Comunicação do Vocare